Categoria

Moda

Categoria

Aposte no Rosa!

O rosa é segundo a psicologia das cores, uma cor feminina, que remete ao delicado e ao amor. Se perto do branco a cor insinua a inocência, quando combinadas com violeta e preto ela insinua o sensual e o erótico. O rosa nunca saiu de moda mas, quando a Pantone elegeu o Rosa Quartz como a cor de 2016, ela se fortaleceu e apareceu em diversas tonalidades ao longo do tempo. O Rosa Quartz abriu as portas para o Millennial que dominou a decoração em detalhes, tapetes, almofadas e até em peças grandes. O rosa deu as caras no Pré Fall 2018:

E nesse momento, os desfiles internacionais de Pré Fall 2018 começam com o rosa em destaque:

Algumas peças para te inspirar a usar o rosa.

Onde encontrar?

 

Que tal usar rosa?

 

 

 

O tecido Vichy, conhecido como  xadrez “piquenique” está de volta e personalidades como Bella Hadid,  Kendall Jenner e Emily Ratajkowski apareceram usando a estampa que é composta por quadriculados que formam um desenho xadrez. A estampa ficou celebre quando a atriz francesa Brigitte Bardot usou  um vestido Vichy no seu casamento com Jacques Charrier.

 
Que tal tirar seu Vichy do armário?

O McDonald’s anunciou a parceria com a marca japonesa Beams Today para transformar o Big Mac em uma coleção comemorativa.  O hambúrguer se transformou em estampa e patch, case para celular, bolsas e boné. Cada item será reproduzido apenas 300 vezes, tornando-se edição limitada.

Você pode encontrar as peças no e-commerce japonês Rakuten que faz entregas no Brasil.

Vai um Big Mac ai?

Chamado de  bodies no século XVIII  e rebatizados de corset  em 1850, o espartilho ( tradução para o português) é considerado um ícone da sensualidade e libertação feminina e da subcultura punk. Inicialmente, produzidos com barbatana de baleia os corsets eram muito rígidos e por isso precisavam de tiras largas nos ombros para serem sustentad0s. Em 1850, junto com o nome, o formato dos espartilhos mudam e perdem as alças. Entre os anos de 1880 e 1900 a peça vai se tornando cada vez mais parecida com a letra “S”.  Com a primeira Guerra Mundial o corset começa a desaparecer, e as peças independentes surgem. Em 1940 uma tentativa de reintrodução do espartilho é feita por Christian Dior, mas o corset reaparece mesmo com força nos anos 1970. Nesse momento o espartilho passa a ser usado por fora da roupa. Na década seguinte, estilistas como Christian Lacroix, Vivienne Westwood, Thierry Mugler e Jean Paul Gaultier reforçam o uso da peça juntamente com a cultura pop iconizada principalmente por Madonna.

Desde o ano passado as irmãs Jenner / Kardashians tem liderado a volta dos corsets:

Inspirações para usar:

 

 

Os florais gigantes vem aparecendo como quem não quer nada mas, podemos perceber o crescimento da estampa nas lojas e nas passarelas.  No momento estamos nas semanas de moda “resort 2018” e os florais em tamanhos maiores estão roubando a cena:

Essa tendência é aplicada em diversos tecidos e pode aparecer como: estampa, bordado e aplique.

Inspirações:

Onde encontra?

“Um bom figurino faz parte da história de uma forma com que a audiência assimile como verdade e não o questione durante a exibição”. Palavras de  Lindy Hemming vencedora do Oscar por Topsy-Turvy nos anos 2000 e figurinista do filme “Mulher Maravilha”.  No filme que está em cartaz nos cinemas, Hemming buscou inspiração nos quadrinhos, mas transformou as roupas como símbolo de uma mulher forte, sexy e com habilidades marciais. Um ponto importante foi entender que a heroína não deveria usar um vestido armadura, como se fosse uma adaptação de uma veste masculina “Deveria ser diferente. Deveria ser autêntico e real – apelativo para as mulheres.” O sapato da personagem principal é uma tradução de um desejo de Hemming, que queria trazer a ideia de pernas longas a atriz e empodera-la com saltos.

Trailer oficial:

E você já assistiu o filme?

A imagem do Unicórnio,figura mitológica,  está associada à pureza e à força.  A origem da figura do unicórnio é incerta, mas está pesente tanto na narrativa de Cunfúcio como na era de Alexandre e obras helenísticas. Na astronomia, o unicórnio é o nome de uma constelação chamada Monoceros.

Guia