Categoria

Estilo

Categoria

Continuando nossa saga de estilo, hoje vamos falar sobre livros que vão te ajudar a encontrar seu estilo

  1. Guarda roupa Europeu – Anuschka Rees

Um dos mais completos livros de estilo do momento, Anuschka Rees aborda o estilo de forma diferente. Contemplando explicações sobre combinação de cores, peças, texturas e tecidos e claro técnicas para encontrar seu estilo. 

Recomendo esse livro como primeira leitura, para quem está em busca de uma abordagem diferente de estilo e moda. 

2.  O Essencial  – Costanza Pascolato

Mais uma leitura essencial para quem busca um estilo voltado ao clássico, Constanza fala muito sobre autoestima, peças chaves e elegância. 

3. A Parisiense – Ines de la Fressange

Se você gostaria de incluir o estilo francês na sua vida, A Parisiense de Ines de la Fressange é um livro cheio de dicas e ideias e muito estilo de vida para que você possa se inspirar. 

Particularmente eu prefiro o próximo livro como inspiração de moda e lifestyle francês. 

4. Como ser uma parisiense – Anne Berest ‎ Audrey Diwan ,‎ Caroline de Maigret ,‎ Sophie Mas

Cheio de humor e ironia, Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo apresenta uma lifestyle mais real e menos glamourizada. Com diversas dicas e textos esse é meu livro favorito de lifestyle francês.

Outros títulos:

Olá! Continuamos com o assunto “como encontrar seu estilo” e hoje vou ensinar várias formas de montar um moodboard completinho para que você se encontre.

Ferramentas

Antigamente os moodboards eram feitos com recortes de jornais e revistas, após  horas a fio de trabalho e muita cola você conseguia montar seu painel. Você ainda pode recorrer a essa técnica, mas é necessário muitas revistas. Nos dias atuais a internet nos ajudou muito nesse serviço,  para desenvolver o moodboard o Pinterest é o ideal porém, não é o único recurso.  Eu sempre uso o Pinterest aliado aos sites de revistas de moda e ao google. Além disso, você imprimir as ideias e montar a mão o painel.  Para quem tem facilidade, o photoshop ajuda a criar o painel de forma rápida, é necessário apenas reunir as imagens.

Alguns sites para te ajudar:

Eu adoro explorar as revistas vogues internacionais como a Vogue.fr e Vogue.com mas, elas não são únicas, procure a InStyle UK ( Reino Unido), Glamour UK , InStyle USA,  Harpers Bazaar e Telva para mais inspirações.

Vamos aos Moods?

Para criação desses exemplos eu usei o Pinterest aliado com o Photoshop.

  1. Moodboard apenas com inspirações de estilo

Reuna o máximo de fotos possíveis de estilos/ looks que você gosta, Vá com calma, esse trabalho pode durar horas e dias, o importante aqui é reunir o máximo de ideias que te agradem.

2. MoodBoard Misto

A primeira vista esse painel pode parecer bem semelhante ao superior, mas nesse inclui algumas imagens de inspiração diferentes.  São imagens ricas em cor e textura, que podem inspirar para as roupas. Você pode selecionar imagens com cores que te agradem e  usa-las no dia a dia.

3. Moodboard de Lifestyle

Como o próprio nome diz, esse painel agrega o seu estilo de vida, agrupando suas atividades profissionais, lazer e hobbies e trazendo toda esse universo para seu guarda roupa.

No painel abaixo, traduzi alguns aspectos da minha vida a partir das imagens: trabalho em home office, só começo o dia com café, alguns lugares que passei, aspecto da minha personalidade e por aí vai. O legal do moodboard é que não existe um certo e nem um errado e ele é um espaço de colocar suas ideias, sonhos e pensamentos.

4. MoodBoard de Cores

O painel de cores é o direcionamento para a escolha de suas roupas, a partir da imagem você seleciona as cores que mais te agradam e pode se inspirar nelas na hora de montar seu look.

E agora?

Com o moodboard pronto, chegou a hora da análise! Vamos percorrer seu moodboard respondendo as perguntas abaixo:

  1. Quais são os tipos de roupas recorrentes?
  2. Quais são os tipos de cores recorrentes?
  3. Quais aspectos me fazem amar o look?
  4. O que a imagem me trás?
  5. Quais sentimentos a imagem me desperta?
  6. Quais acessórios compõe essas imagens?

Vamos analisar um mood juntos?

Primeiro o mood completo

Análise

Você vai reparar alguns detalhes em comum, os looks mais profissionais estão combinados com calçados confortáveis, os acessórios são pequenos e discretos, os cabelos presos aparecem na maioria das imagens.

  1. Quais são os tipos de roupas recorrentes?  Ternos e calças sociais, casacos.
  2. Quais são os tipos de cores recorrentes? Tons terrosos, amarelo, rosa, azul marinho.
  3. Quais aspectos me fazem amar o look? O conforto e o social juntos.
  4. O que a imagem me trás? Estilo com praticidade
  5. Quais sentimentos a imagem me desperta? tranquilidade.
  6. Quais acessórios compõe essas imagens? Bolsas pequenas e bijuterias leves e delicadas.

Esse moodboard foi um pequeno exemplo de como analisar suas imagens, lembre-se mais uma vez que não existe certo ou errado nesse caso.

 

 

Para você o que é estilo? É seguir alguma formula mágica? É se inspirar em alguém e copiar? É ter referência? É usar aquilo que está na moda? Estilo pode ser tudo isso e muito mais. Quando eu penso em estilo, me lembro que ele é uma de expressar e refletir sua essência por isso, eu te pergunto: Porque seguir uma moda que todos mundo usa? Hoje eu quero te propor um exercício para que você comece a descobrir seu estilo.

Esse é o primeiro post para você se encontrar, vou dar várias dicas para que você vista-se para você mesma.

Passo 1 – Vá até seu guarda roupa

Analise com amor e carinho suas peças perguntando :

  1. O que eu amo usar?
  2. O que faz tempo que eu não uso?
  3. O que eu comprei e nunca usei?
  4. O que eu gostaria de usar e não uso / não tenho no guarda roupa?

Separe suas peças favoritas analisando o que elas tem em comum: É a cor, caimento, tecido, modelagem, estampa? Ao perceber o que você usa muito, você começa a entender aquilo é do seu gosto.

Agora vamos para as peças que você não usa

Existe alguma peça que você já possui, não usa mas gostaria de desfilar por ai? Tente usa-lá na próxima semana, percebendo suas sensações. Ou seja, veja se você se sente bem, se combina com o seu dia a dia, etc.

Passo 2 – Limpeza

Agora que você já analisou bem suas peças, chegou a hora de passar para frente aquilo que não cai bem, que você não usa e etc. O importante aqui não é o fim das peças, se você vai doar ou  vender  fica a seu critério, o que nos importa é dar espaço ao novo.

Passo 3 – Inspiração

Vamos começar a reunir imagens de inspiração e coloca-las no moodboard. No post de amanhã eu vou ensinar passo a passo de como fazer um moodboard de várias formas.

 

Chegou a primavera! É tempo de voltar a usar peças mais leves e abusar das estampas. Falando nelas, você tem medo de combinar estampas diferentes em um look? O mix de estampa está mais forte do que nunca e para te ajudar bolei algumas dicas para você se aventurar nesse mundo.

Mix de estampas

Elas causam um grande medo, seja de  errar ou de exagerar mas, um belo mix de estampa te empodera e dá um UP seu estilo.

Cores próximas

Para começar, procure  fazer combinações com a mesma cor ou tons semelhantes, dessa forma não será tão chocante para você a sensação do mix de estampa.

Geométricos e Florais

Outra opção de mix são os geométricos e florais que além de ficar simpáticos juntos se balanceiam.

Pesos diferentes

Outro grande truque é usar estampas com pesos diferentes, ou seja, grandes e pequenas para construir um balanço.

Mais Combinações

  • Estampas com o mesmo tema podem ser complementares, por exemplo: étnicas com étnicas e geométricas com geométricas.
  • Procure usar uma terceira peça neutra para balancear, um blazer branco ou preto por exemplo.
  • Não tenha medo e abuse das estampas!

 

 

 

Para minha alegria, uma amante da cor , o amarelo está de volta e com tudo, considerado o novo “rosa milennial” , o amarelo ganha o nome “Gen-Z” e junto com ele o coração das fashionistas:

O  nome Gen-z se refere tanto aos tons de amarelo fortes como mostarda e banana, como a geração Z nascido a partir do meio dos anos 90, e nos trás o otimismo e a força para tempos complicados. A cor amarela é, segundo a psicologia das cores, uma cor quente e otimista relacionada ao sol, ao intelecto , a confiança, auto-estima, extroversão, força emocional, simpatia e criatividade. Outro grande fator para a difusão da cor é o fato do amarelo ser uma cor universal, não é feminina ou masculina, ligada a felicidade e alegria.

Dois looks:

Adoro combinar o preto com o amarelo, procuro sempre fazer um contraste para que o amarelo fique bem chamativo. Nesses dois looks contrastei o amarelo com o preto e usei bijus douradas para o toque final.

Dica! Se você não se sente confotável com o amarelo e não quer errar, combine com cores básicas preto e branco e cores primárias : vermelho e azul.

E você gosta de amarelo?

 

 

Origem

A palavra Boêmio, ou em inglês Bohemian, é usada para descrever pessoas com estilo de vida artístico e não convencional. O termo aparece primeiramente na literatura e depois se fortalece como um estilo de vida após a revolução Francesa.  o termo Bohemian também é associado ao termo Gypsy, ou cigano em português. No século XIX, o Bohemian ganha mais espaço na moda com peças soltas, fazendo contraste aos espartilhos e peças acertadas ao corpo.  No século seguinte Paul Poiret produz calças Behemians soltas.

Met Museum, paul poiret
Met Museum

Nos dias atuais

O termo Bohemian foi encurtado para Boho e ganhou o adicional chic, transformando-se em boho-chic, assumindo estampas orientais e florais. Além disso, o estilo é associado também ao hippie englobando cores, peças com metais e pedras. Recentemente o boho foi considerado tendência forte para 2018/2019 e de volta as ruas com Kate Moss:

Kate Moss, Boho
Kate Moss

Para se inspirar:

 

Peças associadas ao Boho: