VOO LIVRE

Literatura e Moda: Emma Bovary

Emma Bovary é sem dúvida minha personagem favorita, romântica ao extremo, idealista, controversa e sempre mergulhada no sonho de um amor perfeito, a personagem é uma incógnita para muitos. Madame Bovary foi um livro que chocou os costumes franceses com uma personagem adultério feminino, inclusive Gustave Flaubert foi acusado e julgado por “obra execrável sob o ponto de vista moral”.

Vivendo em uma França governada por Napoleão III, Emma usaria peças com silhueta ampulheta, chapéus de abas largas, tecidos estampados e muito volume. Na imagem, temos 3 Emmas retratadas. A primeira é a ilustração de Alfred de Richemont  datada de 1905, em que a personagem carrega um guarda chuva, podemos observar o volume das saias e a cintura marcada. Na segunda imagem, temos a primeira adaptação da obra para o cinema. Interpretada por Jennifer Jones em 1933, Emma usa muito veludo, peles e o chapéu de aba larga. O figurino do filme conta com tules, rendas e vestido extremamente volumosos sem perder a marcação de cintura. E por fim, temos a recente versão de 2014. Observamos uma Emma modernizada, com um volume menor de saia, ao mesmo tempo a figurinista preserva o tipo de gola e o visual ampulheta. Mia Wasikowska aparece vestida com muitas estampas e tecidos coloridos. 3 representações muito diferentes.

Qual sua/ seu personagem literário favorito ?

Esse é mais um post da coluna semanal da Voo livre, para saber mais acesse: https://www.facebook.com/groups/livrariavoolivre/

Comente Aqui!